PBT – Polibutileno Tereftalato

O PBT, Polibutileno Tereftalato, pertence à família dos termoplásticos de poliéster. O PBT é um polímero semi-cristalino usado maioritariamente em moldação por injecção para aplicações de engenharia. O Polibutileno Tereftalado (PBT) é produzido através de policondensação do ácido tereftálico ou dimetil tereftalato com 1,4-butanediol.

Fórmula química do Polibutileno Tereftalato (PBT).

Marcas bem conhecidas de PBT são Celanex®, Arnite®, Valox®, Ultradur®, Crastin® e Sicoter®.

Propriedades chave do Polibutileno Tereftalato (PBT):

  • Elevada resistência.
  • Elevada temperatura de serviço em contínuo (até 150 °C).
  • Muito boa resistência à fluência inclusive a temperaturas elevadas.
  • Elevada rigidez e dureza.
  • Boa resistência ao atrito e abrasão.
  • Elevada estabilidade dimensional.
  • Boa resistência às intempéries.
  • Ausência de fratura por tensão ambiental (ESC).

Adicionalmente existem disponíveis graus de Polibutileno Tereftalato (PBT) retardador de chama que atingem classificação UL94 V-0 e em alguns casos 5 VA.

O PBT está disponível com diferentes viscosidades adequadas à moldação por injeção e extrusão. Alguns graus de Polibutileno Tereftalato (PBT) grades apresentam rápida cristalização permitindo rápidos tempos de ciclo.

O PBT é especialmente adequado para aplicações de engenharia que requerem elevada estabilidade dimensional pois o Polibutileno Tereftalato possui baixo coeficiente de expansão térmica e baixa absorção de água.

Aplicações típicas de PBT (Polibutileno Tereftalato) são:

  • Componentes elétricos e eletrónicos.
    • Conectores.
    • Sockets
    • Bobinas.
    • Disjuntores.
    • Luminárias
    • Interruptores.
  • Automóvel
    • Componentes de sistemas de ignição.
    • Componentes de sistemas elétricos.
    • Sensores.
  • Outros
    • Carcaça para aparelhos.
    • Pegas e bases.
    • Cobertura e isolamento do motor.
Oferecemos: